logo fortezza
< Voltar

Conteúdos


Venda de participação minoritária ou majoritária – fusões e aquisições – M&A



 

Vendendo sua Empresa #18 – Venda de participação minoritária ou majoritária

Bem vindos a mais um episódio do Vendendo sua Empresa. Eu sou a Sophia Prado, sócia da Fortezza Partners e o tema de hoje é sobre venda de participação minoritária ou majoritária.

Como vocês já sabem, uma transação pode acontecer através de uma parcela primária, ou seja, o aporte de capital na companhia ou através de uma parcela secundária, que é a venda de participação dos acionistas para um terceiro. Ela pode acontecer como uma composição das duas, ou seja, parte em parcela primária ou parte em secundária, ou apenas com uma parcela primária, ou só a venda de participação.

Quando falamos de venda de participação minoritária, isso quer dizer alienar até 50% de ações da companhia, geralmente, isso ocorre quando uma transação envolve parcela primária. A grande característica de uma transação minoritária é que os atuais sócios se mantêm no controle da gestão da companhia e negociam de que forma esse novo sócio irá participar do dia a dia da empresa. Nesse caso, o investidor minoritário geralmente atua no dia a dia através de um conselho de administração. Mas, dependendo do perfil, sendo um investidor financeiro, por exemplo, costuma indicar um diretor financeiro ou algum cargo executivo relevante que tenha já atuação no mercado para compor o cargo executivo da empresa para os próximos anos.

Um ponto muito importante para se discutir desde o início da transação são as alternativas de saída para esse sócio minoritário e quais são as expectativas em relação ao horizonte de tempo. Todos esses pontos que discutimos até agora vão ser negociados no acordo de acionistas logo no início da transação, para garantir que não haja nenhum conflito entre majoritários e minoritários.

Bom, já falamos sobre a venda minoritária e agora vamos explorar um pouco sobre a venda majoritária. O que isso quer dizer? Vender mais de 51% da companhia basicamente reflete abrir mão do controle. Nesse tipo de transação, é comum capturar um valuation superior em relação a uma venda minoritária, justamente pelo prêmio de controle. É importante notar que a venda majoritária seja 100% ou uma venda faseada, ela já ingressa pontos de governança, de valuation e alternativas de saída logo no início da transação.

Bom, seja uma venda minoritária ou majoritária, existem inúmeros desafios. Uma coisa é clara você precisa estar bem assessorado e consciente do seu momento. Por isso, continue se informando sobre o processo de M&A , acompanhando os nossos episódios aqui no Vendendo sua Empresa. E caso tenha ficado alguma dúvida ou algum tema específico que você queria discutir, entra em contato conosco. Meu nome é Sophia Prado, sócia da Fortezza Partners . Até a próxima.



Confira Episódios Anteriores




Empresários discutem o impacto das questões de saúde mental no ambiente corporativo e como encontrar soluções

Encontro promovido pela Fortezza Partners em parceria com a Gattaz Health & Results reuniu empresários e profissionais de R...

A importância da preparação prévia ao processo de M&A

Costumo dizer que a decisão de seguir um caminho que envolva M&A é apenas o começo de um processo longo, que começa mese...

Atração de investidor financeiro ou venda para player estratégico?

Primeiramente, vale a pena um esclarecimento sobre as diferenças entre uma transação envolvendo investidores financeiros e es...




INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

    RUA JOAQUIM FLORIANO, 1.120 - 2° ANDAR - ITAIM BIBI - SÃO PAULO-SP, BRASIL
    CEP: 04534-004 - TEL. +55 11 4502-4463

    © 2021 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - FORTEZZA PARTNERS - Website by: plyn!